• Como fomentar a Sustentabilidade nas organizações

    A nossa pegada ambiental está a pressionar o planeta e os recursos disponíveis.

    Como podemos torná-la menos impactante? Como podem as empresas e os colaboradores beneficiar de uma redução da pegada de carbono? E como podem as equipas serem motivadas para participar na sustentabilidade nas organizações? Fomos procurar algumas respostas.

    A nossa sociedade ainda é uma sociedade de desperdício e gerimos mal os recursos em geral. Fazer uma boa gestão de recursos humanos gerindo também todos os outros recursos que estão a nossa disposição, não só é positivo para o planeta como para a sua empresa ou negócio.

    As mudanças e os desafios que se colocam na gestão de pessoas passam também pela gestão de recursos envolvidos na actividade organizacional: água, eletricidade e papel ou plástico. O planeta já está a acusar a nossa pegada ecológica e é urgente tomar medidas que aliviem o impacto da actividade económica e por isso deve promover-se a sustentabilidade nas organizações.

    Mas ainda que numa economia digital e tecnológica a tendência seja poupar, reciclando e reutilizando, é preciso motivar os colaboradores a partilhar desses valores para que possam, também eles, participar nas ações que a organização promova.

    E para além de participar, é importante e desejável que contribuam com ideias e sugestões para uma melhor performance ambiental, porque quando classificamos uma organização como  sustentável, devemos considerar nesse conceito muito mais do que a poupança, abrangendo a Responsabilidade Social e o impacto que a mesma tem na sociedade e no planeta.

    Carbon Trust, entidade independente que desenvolve a sua actividade na área da economia sustentável, diz-nos que o envolvimento dos colaboradores aumenta a taxa de sucesso das medidas implementadas pelas empresas. Além disso, levar esse envolvimento para fora de portas cria maior vontade de implementar mudanças. Curiosamente, aumenta em paralelo a produtividade dos colaboradores pois funciona como teambuilding e elemento de motivação.

    Como criar essas oportunidades para fomentar a sustentabilidade nas organizações?

    1- Recompensar os colaboradores pela poupança de recursos e energia

    Este tipo de programas já se aplica em variadas organizações, principalmente as criadas na nova onda geracional de consciência ambiental. E a recompensa pode abranger também as poupanças efetuadas em casa. Por exemplo: recompensar o colaborador que faz reciclagem em casa, que implementa medidas de redução de consumo nos autoclismos ou instala lâmpadas económicas. Colaboradores que se desloquem para o trabalho através de meios mais amigos do ambiente também é uma medida a considerar.

    As recompensas não têm de ser monetárias, podem ser experiências, algo simbólico feito de material reciclado ou ainda ofertas de empresas/marcas com reconhecida prestação na proteção ambiental.

    2 – Gamificar a Sustentabilidade nas organizações

    Esta pode ser uma forma de tornar este assunto divertido e dinamizado entre as equipas. O objetivo é atribuir pontos a quem fizer propostas relacionadas com a eficiência energética e tomar medidas por iniciativa própria na sua casa ou no posto de trabalho. Esses pontos podem integrar uma tabela de compensações ou benefícios na empresa.

    Existe um mundo de possibilidades, o importante é identificar a motivação das pessoas como o elemento chave para a mudança ser efetiva e consciente.

    3 – Educar

    A educação neste sentido é muito importante e uma das medidas sugeridas para que esta motivação se desenvolva é a apresentação de informação fidedigna nesse sentido. Essa informação poderá colocar-nos numa posição ligeiramente diferente da que talvez tenhamos intrinsecamente como adquirida. O Ser Humano não é dono do ecossistema, ele é parte integrante dele e deve respeitar as suas regras e limites. Diriam alguns historiadores que devemos adotar uma postura menos antropocêntrica.

    Partilhar vídeos e organizar palestras sobre estes temas, envolver as equipas em ações de reflorestação podem ser algumas das ações a levar a cabo.

    4 – Agir sobre a estrutura da empresa

    A economia digital já é uma transformação de alicerces na forma de funcionarmos como equipas em prol de um lucro. Estas novas formas de trabalhar em rede ou de forma matricial, implementando medidas de downsizing, operacionalizando setores e departamentos numa estrutura mais horizontal, são respostas que surgem naturalmente face à necessidade de poupar recursos.

    5 – Moldar a liderança para a sustentabilidade nas organizações

    Se por um lado, a liderança deve dar o exemplo, por outro, cabe aos colaboradores sugerir e participar no que pode ser o rumo do sucesso da organização.

    Mostrar compromisso para com a organização também é procurar soluções para a sua sustentabilidade e posição numa sociedade mais green.

    Permitir que os colaboradores tenham um canal de comunicação aberto e flexível até às chefias e aos departamentos responsáveis (Recursos Humanos, Responsabilidade Social, etc.), é uma forma de premiar o seu envolvimento e adquirir know-how de quem possa estar mais desperto para o assunto da sustentabilidade nas organizações.

  • Não perca os nossos conteúdos!

    Receba em primeira mão
    os nossos posts

    diretamente no seu e-mail